Colhendo os frutos de 2011

Instant change is a myth and a dangerous one at that. We are brought up on a culture that demands immediate gratification and sudden wealth. The flip-side of this belief is often a deep-seated, nagging frustration that our effort does not yield immediate results.

The Myth of Instant Change

Quando a gente se propõe a dar novos rumos para a carreira, a palavra-chave é paciência. Mudanças podem ser feitas repentinamente, mas seus frutos se colhem apenas quando o ciclo do cultivo está completo. Não existe colheita antes do tempo certo.

Quem acompanha o Ao Principiante, talvez lembre desse meu artigo. Foi quando escrevi sobre as mudanças na minha vida profissional. Elas começaram a tomar forma não em fevereiro de 2011, quando o artigo foi publicado, mas sim em dezembro de 2010.

Ou seja, um ano se passou. Na época, eu mal conseguia imaginar onde estaria no dezembro seguinte. Mas ele chegou, e rápido. Em parte porque não esperei colher os frutos das minhas decisões no dia seguinte. Tivesse eu feito isso, talvez hoje achasse que o ano passou devagar.

É aqui que mora o segredo, e onde entra a frase que abre este artigo: resultados instantâneos raramente acontecem. Tudo que colhemos é fruto de esforço, suor, trabalho, decisões. E essas coisas levam tempo. Começam como sementes, que germinam e crescem para somente depois amadurecerem e caírem em nossas mãos. No meio tempo, exigem que reguemos as folhas, afofemos a terra, adubemos o solo.

Se você está começando sua vida como tradutor, ou se está num momento da carreira que exige mudanças, não esqueça que o ciclo do seu cultivo tem hora certa para terminar. Colha seus frutos quando estiverem maduros, é muito mais saboroso.

E eis aqui um dos frutos que andei colhendo este ano e gostaria de compartilhar com vocês. É de uma importância ímpar para mim, por ser meu primeiro trabalho na área editorial e, acima de tudo, o primeiro como freelancer. É a revisão (em conjunto com Alessandra Barros) da tradução de Martha G. da Cruz e Isabel Vidigal  do livro Agulhas e Linhas, da Publifolha.

Anúncios

Tags:, , , , , , ,

8 responses to “Colhendo os frutos de 2011”

  1. Beatriz Araujo says :

    Lorena

    Que bacana! Como eu digo, a sensação de ver um livro publicado é ótima, indescritível. E pelo que vejo, a parceria não poderia ser melhor. Que venham muitos outros!
    Abraços

  2. Heitor M. Corrêa says :

    Boa, sócia!!
    Parabéns! 🙂

  3. marinices says :

    Parabéns 🙂

  4. Lorena Leandro says :

    Obrigada, pessoal! 😉

  5. Renilse says :

    Parabéns!! Espero que em 2012 você possa colher mais frutos…

    Um beijo grande!!

    Renilse

  6. Sílvia Helena says :

    Parabéns, Lorena! Eu também desejo que seu pomar continue frutificando.

    Sua postagem veio bem a calhar para mim. Há algum tempo venho procurando uma atividade que, além do rendimento financeiro, também me dê satisfação em realizá-la. Durante essa busca li vários blogs – o seu entre eles – que me ajudaram a decidir o que fazer. Entendi que ainda não estou pronta para ser tradutora mas que posso perfeitamente ser uma revisora de textos. No início desse mês comecei um blog e agora estou naquela angustiante fase de espera que você tão bem descreveu.

    Enquanto isso, vou continuar acompanhando o seu blog e o de outros tradutores. Sempre aprendo muito com vocês.

    Um abraço, feliz Natal e ótimo 2012!

    • Lorena Leandro says :

      Oi, Sílvia!

      Pois é, a gente sempre pode começar de algum lugar, até que nosso momento finalmente chegue. A espera não é fácil, mas dá para aprender muito com ela. Espero que seu 2012 seja de muito aprendizado e que logo você também possa colher seus frutos.

      Beijos e Feliz Natal pra você também!

Contribua para a discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: