Colaboradores

Adriana de Araújo Sobota

Graduada em Letras Português/Inglês, pós-graduada em Língua Inglesa com ênfase em TESOL, dividia o ofício de tradutora com as aulas de inglês, português e redação. A partir de 2007 fez da tradução seu único ofício. Traduz textos técnicos de inglês e espanhol para português nas áreas de TI, marketing, negócios, contratos, petróleo e gás, saúde e segurança do trabalho, medicina, farmácia, turismo e websites, entre outros. Casada, mãe de duas filhas adolescentes, seu maior desafio é conciliar a mãe, a esposa, a dona de casa, a administradora, a esportista e a profissional e esse será justamente o enfoque da sua coluna no AP.

Adriana Caraccio-Morgan

Graduada em Publicidade e em Direito, cursou Interpretação na PUC/SP, pós-graduanda em Tradução Inglês/Português/Inglês (Gama Filho), Tradutora Pública e Intérprete Comercial em São Paulo, no idioma inglês. No início da vida profissional, nem sonhava em atuar como tradutora, apesar de uma experiência em 1990. Foram sete anos em um banco internacional em São Paulo – estágio, custos e compliance. Em 1997, casou com um legítimo súdito da Rainha Elizabeth II e repensou a vida profissional para poder morar e trabalhar em Santos. Fez curso de Tradução para Dublagem e Legendagem, abriu as listas amarelas e conseguiu um teste. Depois de alguns meses traduzindo filmes para dublagem à noite e aos finais de semana, saiu do banco em fevereiro de 1999 e foi ser tradutora em período integral. Traduz textos de inglês para português (e de português para o inglês, contando com a revisão do marido ex-professor de inglês) nas áreas de finanças, bancos, compliance, mercado acionário, research, marketing, negócios, contratos, entre outros, além de documentos pessoais e corporativos (tradução juramentada); traduz filmes para dublagem e legendagem; e está começando a dar os primeiros passos na tradução de vídeo-games. Tem um filho. Sua coluna no AP tratará do lado financeiro da vida, com a necessidade de nos prepararmos para as curvas da estrada, e para a nossa paradisíaca aposentadoria.

Heitor M. Corrêa

Tem 30 anos e é graduado em Psicologia, mas, amante das letras desde cedo, ainda na faculdade descobriu a paixão pela tradução. Após a graduação, fez um curso de formação de tradutores e decidiu que este seria seu rumo. Desde 2009 atua nas duas frentes, buscando a oportunidade de se dedicar exclusivamente à segunda. Trabalha como psicólogo na área de RH e está traduzindo seu quarto livro, já tendo dois publicados. As venturas e desventuras de ter uma vida profissional dupla e a luta incessante para se estabelecer no mercado de tradução serão os principais temas de sua coluna no AP.
Anúncios