Tag Archive | semana ProZ

Semana ProZ: Indo à conferência pela primeira vez?

medium_8134840309

A primeira vez que a gente vai a um evento profissional é marcante. Se você é super extrovertido, talvez não se preocupe muito. Mas, se você for como eu, aposto que sente um frio na barriga só de pensar no evento, está ensaiando desde já umas falas para a hora de se apresentar, ou está tentando imaginar como será estar no meio de tanta gente competente.

Porém, mesmo que você seja extrovertido, não custa nada se preparar. Afinal, eventos profissionais sempre podem render ótimos frutos. Por isso, aqui vão alguns artigos já publicados no AP que podem lhe dar mais confiança para o grande dia. Boa leitura!

11 dicas para quem nunca participou de um evento profissional

Nova fase e o que aprendi sobre networking

Faça um bom networking na conferência do ProZ!

III Conferência do ProZ – aProZimando tradutores

Imagem retirada daqui.

Semana ProZ: Primeira grande decisão profissional x maternidade

large_3766541163

Por meses a conferência do ProZ esteve povoando meu imaginário como um dos fins de semana mais legais que eu teria desde o nascimento do meu filho. Iríamos eu, marido e filhote para o Recife, eu encontraria meus colegas tradutores, assistiria e daria palestras, e ainda curtiria um dia a mais na praia. Não poderia ser melhor!

Mas então comecei a, de fato, planejar a logística da viagem. Poderíamos ficar somente um ou dois dias a mais, no máximo, depois da conferência. Eu aproveitaria apenas pequena parte do tempo ao lado do marido e do filho, porque preciso me dedicar à conferência. Mas a pior parte seria mesmo para o pequeno.

Criança tem rotina. Uma rotina que vem sendo construída e adaptada desde seu nascimento. A essa altura, com quase 8 meses de vida, ele tem horários certos para comer, dormir, brincar. E se por acaso sai do esquema, fica com sono na hora errada ou demora para conseguir relaxar.

O meu maior medo com relação à viagem seria essa saída brusca da rotina, para passar tão pouco tempo em Recife. Fico pensando que se, para nós adultos, um bate-e-volta é cansativo, quanto mais para um bebê. E o grau de novidade não seria pouco: andar de avião, dormir e comer fora de casa e em horários diferentes, receber atenção de um monte de gente ao mesmo tempo.

A minha ideia de levá-lo comigo à conferência era justamente eu não precisar me separar dele, assim ele não teria que lidar com minha ausência assim tão cedo. Mas tive que colocar na balança os prós e contras e cheguei à conclusão de que, estando em casa com o pai e recebendo atenção dos avós, no seu ambiente, ele ficará seguro mesmo com a mãe longe.

Mas serão apenas dois dias. Para mim, serão uma eternidade, e acho que sofrerei mais do que ele. Mas antes eu do que ele!

Imagem retirada daqui.

Semana ProZ: 8 dicas para quem deseja criar um blog de tradução

large_2404978535

A conferência do ProZ deste ano trará uma mesa redonda com blogueiros! O Danilo e a Kelli (Tradutor Profissional), a Janaina (Ecos da Tradução) e eu faremos parte da mesa Os blogs podem influenciar as relações no mercado de tradução? 

Aproveitando o ensejo, como sei que muita gente gostaria de criar um blog, deixo abaixo algumas dicas bacanas. Não há segredo, basta dedicação e comprometimento.

  1. Não tenha medo de falar sobre o que outros tradutores já falaram. As pessoas são diferentes e é interessante quando há várias opiniões sobre o mesmo tema.
  2. Ser iniciante não é impedimento para criar um blog. Você pode falar sobre como está sendo sua ascensão profissional e até fazer um diário de bordo. Pense que há outros iniciantes no mesmo barco e que, nessa fase, é muito bom compartilhar experiências. Seja criativo!
  3. Quem lê o AP sabe que, às vezes, demoro para publicar novos artigos. Entendo que talvez seja frustrante para o leitor. Ao mesmo tempo, sei que, como tradutores, os leitores entendem como nossa rotina pode ser corrida. O importante é publicar um conteúdo de qualidade, sempre que possível. Não abandone o barco porque não consegue cumprir uma cota de publicações diárias.
  4. Busque sempre novas ideias para engajar o público. Pode ser uma pesquisa de opinião entre os leitores, uma mudança no layout do blog, parcerias com novos colaboradores.
  5. Procure não deixar os leitores sem respostas, além de dar retorno a e-mails, mensagens e comentários. Desse modo, o leitor saberá que você é acessível e está interessado em trocar ideias, tirar dúvidas etc..
  6. Vincule seu blog às redes sociais, para que o leitor tenha mais opções de acessar seu conteúdo.
  7. Seja verdadeiro e honesto, sempre. Mas não é preciso se expor demais. Zele por sua imagem pessoal e profissional.
  8. Não mantenha o blog por obrigação, mas por prazer. O dia que isso virar apenas um dever, é melhor parar.

Se você tiver tomado coragem e criar o seu blog de tradução, não deixe de me contar para eu visitá-lo!

Imagem retirada daqui.

Semana ProZ: O tradutor monotarefa

medium_1034031447

Este ano falarei novamente na conferência do ProZ! No ano passado, minha palestra teve como foco os iniciantes. Agora, vou falar não só para eles mas também para o público geral de tradutores.

O tema da minha palestra, O tradutor monotarefa: um novo conceito de produtividade pessoal e profissionalestá atrelado à criação do meu blog pessoal, cujo lema é “Fazer menos. Produzir mais”.

É preciso ser multitarefas para ser um bom profissional?

Aqui no AP já conversamos diversas vezes sobre produtividade e concentração. Afinal, essas são preocupações constantes dos tradutores, já que a maioria de nós trabalha no esquema home-office. A gente sabe como tudo pode embolar quando se trabalha em casa, com tantas responsabilidades profissionais e domésticas se sobrepondo.

Mas há infinitos modos de lidarmos com as milhares de tarefas que temos a cumprir. Cabe a nós definirmos nossas prioridades. É possível frear a correria do dia-a-dia, fazer uma coisa de cada vez e deixar de lado a ideia de que todo bom profissional deve ser multitarefas. É exatamente sobre isso que vamos conversar em Recife.

Espero vocês! 🙂

Imagem retirada daqui.

Semana ProZ no Ao Principiante

capafb

Oi pessoal,

Vocês já devem saber que neste mês de agosto teremos a V Conferência Brasileira de Tradutores do ProZ, nos dias 24 e 25, em Recife.

O tema deste ano é Internacionalização e haverá dois palestrantes dos EUA: Judy Jenner, do excelente Translation Times, com a palestra Entrepreneurial Linguist (mesmo nome de seu livro), e Barry Olsen, intérprete de conferências muito experiente, com a palestra Interpreting and Technology: Learning to Ride the Wave of Digital Disruption.

Os assuntos estão bastante diversificados, distribuídos em várias áreas de interesse, como dublagem, interpretação, produtividade, audiovisual, localização, entre outros. Estarei por lá assistindo e dando minha contribuição também.

Fiquem por aqui essa semana para saber sobre o que falarei lá no ProZ. Até sexta-feira, publicarei artigos relacionados à conferência. Não percam!

%d blogueiros gostam disto: